Não Reclame das Sombras Faça Luz . (Chico Xavier)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

“ NÃO HÁ PONTO FINAL PARA O AMOR, AMOR É VIDA E VIDA É ETERNIDADE !.” André Luiz

.

André Luiz

"Amar não é desejar. É compreender sempre, dar de si mesmo, renunciar aos próprios caprichos e sacrificar-se para que a luz divina do verdadeiro amor resplandeça".
Este é um Site Ecumênico Buscando Unicamente Promover o Bem Universal, que promovem o amor cristão , desejo maior do Grande Mestre Jesus . Sejam bem vindos !

Seguidores

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Heroísmo e valores


São heróis anônimos de todos os dias. Mereceriam ser condecorados, pelo amor ao semelhante que demonstram, arriscando suas próprias vidas.

Vez ou outra, quando um deles realiza um ato tido como heroico e é filmado, recebe homenagens.

No entanto, eles arriscam suas vidas todos os dias, adentrando em meio às chamas, à fumaça, para retirar crianças, velhos, adultos de situações de risco. Dominam alturas ou descem a baixadas, entram em túneis, tudo em nome do amor.

Sim, porque alguém que assim procede, arriscando-se todos os dias, não pode simplesmente fazê-lo pelo salário que recebe. Necessita, e muito, amar a sua profissão e as pessoas.

São criaturas sensíveis que, vez ou outra, realizam partos de emergência e se emocionam.

 São homens que enfrentam o perigo para salvar vidas e quando resgatam crianças, bebês, as levam ao colo, como se fossem seus próprios filhos.

São os heroicos bombeiros.

  Recordamos que, em 5 de janeiro de 1996, um bombeiro americano em busca de sobreviventes, em um apartamento, encontrou a morte em meio às chamas.

  Ele tinha apenas 38 anos e sua esposa estava grávida do terceiro filho. Filho que ela daria à luz no mês seguinte.

  Jimmy Williams era um homem de 1 metro e 92 e realizava sua tarefa com amor. Tinha formas interessantes de enfrentar o perigo.

Chamava um incêndio de um passeio na fumaça e brincava com o tamanho dos demais colegas, dizendo que os oficiais de resgate estavam cada vez menores.

Para o seu funeral, um outro bombeiro escreveu um poema que traduzia exatamente o pensamento de Jimmy:

Irmão, quando chorares por mim lembra-te de que tinha de ser assim.

  Enterra-me antes de ir embora. E lembra-te de que estarei contigo a toda hora. E enquanto enxugas os olhos tem em mente todos os anos que passei prazerosamente.

  E por haver realizado o trabalho que amava tanto, rezo para que essa certeza te alivie o pranto.

                         * * *

Jesus afirmava que não havia maior amor do que o do amigo que dá a vida por seu amigo.

Que se poderá dizer desses seres extraordinários que arriscam a sua vida para salvar uma vida ou muitas vidas?

Vidas de criaturas que eles não conhecem, jamais viram ou ouviram falar.

  Jesus também afirmou que aquele que desejar salvar sua vida, perdê-la-á e aquele que a perder, salva-la-á.

Os bombeiros são, sem sombra de dúvida, lições vivas de doação de si mesmo, por amor aos seus irmãos.

  Quando orarmos, no altar do nosso coração, pelos amigos, pelos amores, recordemos de envolver em vibrações de gratidão esses homens, soldados do fogo, devotados servidores do bem.

  Oremos por eles, por suas famílias, esposa, mãe, filhos. Seja esse o nosso preito de gratidão por tanta dedicação.

Redação do Momento Espírita,
com base em fato extraído do artigo Passeio na fumaça,
de Seleções Reader´s Digest, setembro de 1998.

Nenhum comentário:

Postar um comentário